Em 26 de julho de 2009, um acidente na Taconic State Parkway chocou o estado de Nova Iorque. O que parecia ser um acidente de trânsito simples rapidamente se tornou um mistério sombrio que até hoje não foi completamente solucionado.

Naquele dia, o carro de Diane Schuler, uma mulher casada e mãe de dois filhos, colidiu frontalmente em outro veículo na rodovia. O impacto deixou oito pessoas mortas, incluindo Schuler e sua filha de oito anos.

O que mais chamou a atenção das autoridades sobre o acidente, no entanto, foi que Schuler e outros passageiros do carro estavam usando máscaras de chumbo quando as autoridades chegaram ao local do acidente. Ninguém sabia o que fazer do mistério das máscaras de chumbo, ainda mais porque Schuler aparentava estar sóbria no momento do acidente.

Surgiram várias teorias, incluindo a de que Schuler estava sob a influência de drogas ou álcool. No entanto, exames de toxicologia revelaram que Schuler não estava sob a influência de nenhum desses produtos químicos.

Além disso, surgiram alegações de que Schuler sofria de uma condição médica que a deixava confusa e desorientada. No entanto, amigos e familiares disseram que Schuler nunca havia apresentado sintomas de tal doença antes.

Como resultado, o caso do mistério das máscaras de chumbo permanece sem explicação até hoje. Provavelmente, a verdadeira causa do acidente na Taconic State Parkway nunca será conhecida, e o mistério das máscaras de chumbo permanecerá em mistério para sempre.